05/06/2017 às 00h00

A História do Jeans

O jeans passou de uma peça considerada “antissocial” para uma das peças mais democráticas já fabricada.

Você sabia que o jeans, muito antes de ser uma peça chave no mundo da moda, era usada para cobrir barracas? Acredite se quiser, mas era o que acontecia por volta de 1850 quando um jovem alemão chamado Levi Strauss procurava um tecido com uma certa resistência para usar no trabalho. Essa resistência, não só do tecido, durou tanto que 135 anos depois continua sendo apostado e usado em todas estações.

 

Foi por volta de 1880 que surgiu a primeira fábrica da Levi’s e o famoso modelo 501. Com a popularidade no oeste norte-americano, o jeans começou a ser usado pelos cowboys e passa do marrom, cor original, para o conhecido azul. Com a sua liberdade de combinações, o jeans se tornou uma forma de expressão da cultura moderna, como o hippie na Woodstock na década de 60 ou o grunge de Kurt Cobain nos anos 80.

 

O processo de modernização do jeans começou com a necessidade de se ter um bolso até o zíper. O stone washed, lavagem com pedras, proporcionou um toque mais macio. Já o estonado realiza uma lavagem com pedras vulcânicas, causando no tecido ranhuras desiguais quando batidas na máquina de lavagem industrial, e o destroyed, um tipo de lavagem realizada com produtos químicos corrosivos, deixando rasgões nas peças e buscando evidenciar o contraste do azul dos fios de urdume com o branco da trama. “O jeans é uma roupa-memória. Ele carrega abertamente a sua história e se deixa envelhecer”, afirma o sociólogo francês Daniel Friedmann.

Viajante do tempo e versátil, com uma gama quase infinita de combinações e lavagens, recortes, estilos, bolsos, rasgado ou não. O jeans passou de uma peça considerada “antissocial” para, talvez, uma das peças mais democráticas já fabricada. Desta forma conseguiu abranger todos os níveis do mercado consumidor.

Aqui no Shopping Avenida Fashion você pode encontrar os mais diversos jeans nas lojas: 767 jeans, Denuncia, Five jeans, For use, Bebela, By Unna jeans, Blubetty, Criative, Faith e Hope e Anticorpus.

Texto por Kerolyn Silveira